web
stats

PUBLICIDADE

Repórter Francisco José e o próprio clube serão homenageados no Galo da Madrugada 2018

Postado por: Redação

27/09/2017 às 09h33 atualizado em 27/09/2017 às 09h35

Repórter Francisco José e o próprio clube serão homenageados no Galo da Madrugada 2018
Foto: Divulgação

 

O folclore a cultura de Pernambuco serão o tema principal do desfile do Galo da Madrugada em 2018, quando o bloco completa 40 anos de existência. Os detalhes da festa do ano que vem começaram a ser divulgados nesta terça-feira (26), pouco mais de cinco meses antes do carnaval, em entrevista coletiva para a imprensa. O jornalista Francisco José, da Rede Globo, será o homenageado desta edição. A escolha se deu pelo fato de ele ter sido o primeiro repórter local a mostrar o bloco em uma transmissão nacional e por coincidir com o marco dos seus 40 anos de carreira. 

Cearense, Francisco José se mudou para Pernambuco aos dez anos de idade. No Recife, começou a carreira de jornalista e hoje, aos 73 anos, está há 35 na Globo. Este será o primeiro ano em que o repórter não vai cobrir o evento. "Não seria coerente cobrir um bloco em que sou homenageado. Vou procurar um lugar para me divertir muito", brincou ele. Francisco declarou que considera a homenagem extensiva a toda imprensa pernambucana.

Alceu Valença e Jota Michilles foram os homenageados do Galo da Madrugada 2017. Alceu é um ícone do estado e da festa. Nascido em São Bento do Una, o pernambucano é figura conhecida no carnaval da cidade. Anunciação, Belle de jour e Tropicana estão entre seus maiores sucessos. J. Michilles é compositor de músicas de frevo que já são tradição no carnaval pernambucano, como Diabo loiro, Bom demais e Me segura senão eu caio. No desfile, os dois artistas estamparam a camisa do bloco que trazia o título de "Os guerreiros do frevo".

PÁGINA DO FACEBOOK:


TAGS: Galo da Madrugada

PUBLICIDADE

0 Comentário (s)